Primeiras Impressões: A Torre Negra

by

Lesado_Banner

Longos dias e belas noites Galera!

 

E é motivado por duas situações que hoje venho lhes postar.

  1.  Hoje é o Dia Internacional do Livro;
  2. Terminei de ler ontem o volume 04 (Mago e Vidro) da série “A Torre Negra”.

Para quem me conhece pessoalmente, não é segredo que meu autor favorito é Stephen King, e minha relação com seus livros poderei explicar em outro post, pois agora me reterei a proferir somente a A Torre Negra.

torrenegra-banner

A Saga é composta por 07 livros:

  • O Pistoleiro;
  • A Escolha dos Três;
  • As Terras Devastadas;
  • Mago e Vidro;
  • Lobos de Calla;
  • A Canção de Susannah;
  • A Torre Negra.

Ligação direta com mais 02:

  • O Talismã;
  • A Casa Negra.

Uma coleção em quadrinos, composta por quatro volumas:

  • Nasce o Pistoleiro;
  • O Longo Caminho para Casa;
  • Traição;
  • A Queda de Gilead.

E inúmeras pequenas ligações e detalhes com outros livros do mesmo.

img_10223_torre-negra-de-stephen-king-a-colecao-completa-7-livros-americanas-com

Tenho prazer de dizer que já li os dois livros que tem ligação direta, e ontem cheguei na metade da saga, finalizando o volume 04, Mago e Vidro, e já tenho em mãos o volume 05 para dar continuidade à minha jornada.

Digo “a minha jornada” pois a história é extremamente envolvente, e eu já me sinto parte desta.

Num universo (universo mesmo) repleto de elementos ao mesmo tempo reais, fictícios (não sabemos até que ponto), influenciados por nossa cultura ou a cultura de tempos mais remotos (tanto passado como futuro), King conseguiu realmente me prender, e me deixar viciado nessa trama, e cada vez mais ancioso para chegar ao final, ou pelo contrário, para que esse enredo nunca tenha fim.

A narrativa se baseia em Roland, o último pistoleiro do Mundo Médio, em sua busca pela Torre Negra, um lugar que, ao início, nem ele mesmo sabe onde é e qual o propósito e qual o propósito de chegar lá, contudo, posteriormente se revela o centro de toda a contenção do caos na existência de tudo.

No desenrolar do conto, muito mistério, suspense e aventura se passam, o que faz com que o leitor não queira deixar o livro de lado.

img-topo

E após essa breve descrição técnica e bem vaga, que procurei não falar muito, para não deixar spoilers, vou ser um pouco menos imparcial.

 

Os livros são simplesmente ótimos, e sem sombras de dúvida, os melhores que já li em toda minha vida. Estou extremamente ansioso para continuar, como a fissura de uma droga boa.

Stephen King conseguiu superar todas as barreiras entre leitor e personagem, de forma que eu me sentia dentro de cada situação que acontecia, me angustiando a cada problema, me entristecendo de verdade a cada morte de um inocente, me alegrando a cada eliminação de um antagonista.

A evolução do argumento é sensacional, e envolve suspense, ação, violência, morte, vida, alegria, amor, raiva e mais todas as emoções humanas possíveis de serem sentidas.

A leitura é muito densa e envolvente, de forma que a cada pequena reviravolta, eu me sinto cansado, não cansado de ler (pois eu sempre quero ler mais estes livros), mas o melhor cansaço de todos, parecendo que eu mesmo estou à procura da Torre.

111015213G1

Fica a dica, e um ótimo dia a todos!

 

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: